Maternidade e vaidade

Ana Emília Cardoso

Quando pensei em escrever esse texto, achei que era uma grande babaquice. Mas, depois, ponderei que a vida é mesmo um apanhado de babaquices e que eu deveria por esta ideia no papel blog.

Tenho conversado com muitas mães e noto que nós temos uma dificuldade enorme de estabelecer um limite em até onde somos mães e a partir de onde voltamos a ser mulheres. Porque é muito difícil ser as duas coisas ao mesmo tempo.

Um primeiro passo me parece ser deixar claro à prole que você não vive 100% em função dela, que tem vida própria. Se você convencer seus filhos disso, já é um ótimo caminho para convencer a si mesma. Dói deixar os filhos e trabalhar? Às vezes dói um pouco, mas é uma dor saudável.

Nós somos responsáveis pelos nossos filhos, mas não somos as pessoas com uma carta de exclusividade sobre eles. Temos que compartilhá-los com outras pessoas, até porque – um dia- sairão de baixo de nossas asas e eu espero que este dia seja muito tranquilo, sem qualquer sofrimento.

Outra coisa complicada é nossa auto-estim
a. Depois que nascem os filhos, serão eles e não nós, o foco central das fotos, dos afetos e o assunto principal dos encontros. Vida de mãe não é fácil, a gente vive descabelada, suja de comida, com dor nas costas e com um déficit de sono que em nada colabora com o nosso bem-estar.

Por isso, é muito importante lembrar que, mesmo sendo mãe, uma mulher segue tendo que se cuidar, fazer depilação, pintar as unhas, os cabelos, não engordar muito ou simplesmente continuar se cuidando na mesma medida que o fazia antes.

Se você não tinha vaidades, tudo bem, continue não tendo, o que não dá é pra se largar, tornar-se uma pessoa descuidada consigo mesma porque está sempre em função de cuidar dos outros, virar a mãezona (inclusive do seu marido).

Conheço muitos casos de mulheres que ficaram muito mais femininas e vaidosas depois de serem mães. E isto é muito bacana, como diria a Dani Entrudo. Eu, feminista que sou, acho que a gente tem que ficar bonita, não pra agradar os homens, mas pra nós mesmas. Dizem que as mulheres se arrumam para causarem inveja umas nas outras. Acho isso meio maldoso. Mas, enfim, se a gente se cuidar pra nós mesmas, pode ter certeza que as mulheres vão notar e os homens também. E até os nossos filhos percebem e ficam orgulhosos.

Anúncios

Uma resposta para “Maternidade e vaidade

  1. Pode ter certeza que a Anita sempre terá orgulho de ti e não só pelos atributos fisicos, pois além de linda, vc é mega competente no que faz!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s