Golden shower

Ana Emília Cardoso

Essa noite provei o legítimo golden shower, sem a minha permissão é claro. Acordei toda molhada, com aquele líquido quente e fedido. Como diz o sábio ditado, quem dorme com criança, acorda molhado. Molhada, no meu caso.

O frio segue insuportável aqui no sul. Eu detesto dormir com criança na cama, mas – confesso minha fraqueza – tenho pena de deixá-la no frio, porque ela, invariavelmente, se descobre e acorda com frio, fica doente ou faz xixi e vai pra minha cama mesmo.

Mas o xixi na minha cama foi muito pior, porque molhou as minhas cobertas, o meu lençol, o meu pijama e tudo mais. Só não molhou o meu marido (sortudo) que pendia no seu lado da cama, que definitivamente não comporta três pessoas, mesmo que uma delas tangencie a marca de um metro.

Tive que ir dormir na sala, porque o quarto dela estava úmido ainda do xixi de ontem.

Mais um dia que começou com a máquina de lavar cheia e, meus ovários, para não dizer saco, idem.

Dias melhores virão verão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s