A verdade verdadeira sobre silicone

Por Ana Emília Cardoso

A primeira vez que reparei na Pamela Anderson fiquei chocada_ ela é bonita, é fato_mas também é vulgar. Muito vulgar. Aos que acreditam que a primeira opinião é a que fica, lamento informá-los, mas no meu caso, normalmente o oposto acontece, como descrito a seguir.

Voltando aos peitões, de início, eu achava ridículo, patético, exagerado uma pessoa botar silicone; principalmente em doses cavalares. Quando veio aquela moda da feiticeira, que parecia um Heman de teta, e todo mundo achava o máximo, eu até saí da academia porque achava que os padrões de beleza estavam equivocados. E também porque eu tava virando um pônei.

Durante a minha gravidez uma das minhas colegas de hidroginástica teve um câncer fulminante de mama e, tão logo descobriu, retirou os dois seios. Ela tinha uns 50 e alguns.

‘Vou botar um silicone, assim que terminar o tratamento’. Aquilo mexeu comigo, esse pensamento ‘compensatório’ me pareceu tão positivo, naquele momento delicado, que passei a encarar as próteses de maneira diferente.

Nesta época eu estava grávida e parecia um atriz pornô. Sempre fui peituda, mas a gravidez atenuou de tal maneira essa região que eu mal conseguia encontrar roupas que servissem. Apesar de ter engordado pouco e quase não aparentar estar grávida, meus peitos ficaram enormes.

Anita nasceu e os primeiros dias foram assustadores. Não tenho palavras para descrever o que aconteceu com eles. Estavam descomunais.

Para encurtar as história, os meses passaram_ a Anita crescia, eu definhava e meus peitos nem atendiam mais por esse nome. Quando eu parei de amamentar não havia sobrado nada.

É óbvio que eu jamais me arrependeria de ter amamentado pois os benefícios são incomensuráveis, mas que dá uma deprê, isso dá.

Os anos passaram e nada. Havia os que diziam que eles voltariam ao normal. Mas não. Então passei a considerar a hipótese de resolver isso de forma não natural.

Recebi uma herança antecipada e lá fui eu pra faca. Botei uma prótese pequena, de 200 ml e fiquei bem feliz e contente. Até que_ eu engordei um pouquinho e – depois de quase 3 anos – meus peitos voltaram mesmo e eu, virei uma vaquinha leiteira.

Quando me perguntam sobre silicone, eu recomendo. Mas, uma coisa é certo: quanto menor a prótese, mais bonito vai ficar. Quem exagera, sempre fica com aquele aspecto de gorda, de colona ou bagaceira.

É muito complicado encontrar sutiãs adequados. A maioria tem aquelas almofadas dentro, os bojos, que deixam os peitos muito grandes. E os que não têm, não oferecem a sustentação necessária para os seios, especialmente para os ‘modificados’, que pesam. No meu caso_o equivalente a uma mamadeira grande.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s