Ô, seu filho da mãe!

Por Ana Emília

Por mais que um homem participe da educação de uma criança, a expressão ‘filho da mãe” traduz uma verdade ancestral. Só existe uma pessoa que é realmente responsável e por isso será cobrada pelo resto de seus dias pela vida de outrem, a sua mãe.

Desde o primeiro minuto do dia – quando você acorda com aquela vozinha te chamando – até o último, quando você dá uma checada na coberta, janela ou ventilador, está exercendo a sua praticamente irrevogável função. Claro que há pais que assumem este papel, os chamados ‘pães’, que só existem quando um motivo de força maior separa a criança de seu genitora. Mas, se a mulher estiver por ali, pronto… tudo é com ela.

Talvez os homens não sintam a paternidade da mesma forma que o fazemos. Ser mãe é realizar um trabalho holístico na vida de todas as pessoas que nos cercam, o que significa que nos transforma completamente perante todos. Uma mãe é capaz de coisas inimagináveis, como por exemplo bater em um assaltante (ok, sei que isto não é seguro ou correto) ou arrumar inimizades para o resto de seus dias com alguém que não teve uma atitude adequada com seu filho.

Eu não sou aquelas mães chatas que brigam na escola, acham que o sue filho sempre está correto, mas a cada dia que passa procuro escutar melhor a Anita para mergulhar no mundinho dela e entender o porquê de tanta braveza ou revolta [será a falta de doces?!]. Sim, ela está na adolescência da infância e chamá-la de ‘do contra’ é apelido, e, um elogio na concepção dela.

Tem uma frase, dessas que as pessoas usam no msn ou no orkut, que eu gosto bastante. Ela diz: toda vez que uma mente que se abre a um pensamento jamais retorna ao tamanho original. De maneira semelhante, não imagine que uma mulher passe incólume pela maternidade, ela certamente fica mais forte e corajosa.

PS. Este post é uma homenagem a todas as mães, em especial à minha e àquelas que se viram nos trinta como minha amiga Daniela Weber, assídua leitora deste blog.

Anúncios

2 Respostas para “Ô, seu filho da mãe!

  1. Aninha, que honra! adoro ler o que tu escreve!!! Mil beijocas

  2. Feliz Dia das Mães!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s