dinâmicas

por ana emília

larguei aquele trabalho. em nome do bom senso, dos princípios humanos e de minha saúde mental. digamos que as relações de trabalho lá não são muito respeitosas nem tampouco a forma com que a empresa trata seus clientes o é. mas, águas passadas.

essa semana estou numa maratona de provas para um novo emprego numa empresa para-estatal de idoneidade acima de qualquer suspeita. provas, dinâmicas, testes, entrevistas. até parece que a gente vai entrar pra um doutorado em harvard, que nem deve ser assim tão burocrático.

eu me divirto nessas situações. nada é mais bizarro que uma dinâmica de grupo. imagina a cena: várias pessoas sentadas em círculo se olhando. aí as psicólogas falam pra tu te apresentar. pronto! tá armado o espetáculo da tragédia humana. ontem teve gente que falou até do cosmos.

perólas: um cara que disse que ele estava escolhendo entre diversas propostas e não estava sendo escolhido. tiro no pé. teve uma cara que queria puxar o saco de gaúcho, então ele disse que estava feliz em viver em porto alegre, um oásis, uma verdadeira manhattan. ah, por favor, né? ainda bem que ele não passou adiante, senão eu desacreditava para sempre nas seleções.

ah, todo mundo dizia que gostava de gente porque a vaga pressupõe a gestão de equipes. um cara totalmente sem noção falou umas três vezes em sua extensa apresentação: pra mim colega é colega, não é amigo jamais. não misturo as coisas. ele foi totalmente na contramão da dinâmica.

é muito legal conhecer pessoas, pelo menos eu acho. às vezes aquela vaga não é tua, mas tu acaba conhecendo alguém que ainda pode vir a trabalhar junto. anyway, se alguém souber de algum trabalho legal, me dá um toque.

Anúncios

3 Respostas para “dinâmicas

  1. pois olha… perdas e ganhos.
    Perdi a vaga, ganhei uma amiga e umas boas risadas.
    Claro que teria achado melhor que você tivesse ficado com ela, but how can we say it was bad luck!
    bjo

  2. Vejo-te, TVjo como uma Doutora Professora Catedrática…cheia de gratificações…dando aulas legais…orientando o futuro Brasil…altos projetos…mas entrar no feudo de uma instituição dessas…é uma tarefa não muito fácil.

  3. Não é fácil se encaixar quando somos realmente, um pouco, mas consistentemente, diferente da maioria. Principalmente quando essa direfença interfere nas interações sociais e trabalhistas.
    Fazer o que, não somos capitalistas, talvez social-democratas, não somos religiosos, somos anacrônicos e presunçosos. Tudo tem seu preço.
    O que importa é o que veremos quando olharmos para trás. Acho que é a melhor forma de encarar revéses. Vitórias são sempre de fácil digestão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s